Cotação válida para 19/07/2024
USD = R$ 5,7800

Energy &
Offshore Business

Ampliando nossos horizontes com novos projetos de negócios de Energia & Offshore desafiadores.

À medida que a demanda global por energia se diversifica, a MOL desenvolve seu negócio de transporte de Energia e participação em projetos em escala mundial, apoiado por uma das maiores frotas do mundo, um histórico de sucesso e décadas de know-how acumulado.

A MOL assume uma postura proativa nos negócios de Energia e Offshore, onde antecipamos um maior crescimento, usando a experiência acumulada na operação de transportadores de GNL e petroleiros. Unidades flutuantes de produção, armazenamento e descarregamento (FPSO) e unidades flutuantes de armazenamento e regaseificação (FSRUs), são típicas dos negócios offshore da MOL.

A empresa entrou no negócio de FPSO em 2010 e agora participa de nove projetos na costa do Brasil, além de outros em Gana e no México. Além disso, em 2014, entramos no negócio de navios-tanque com posicionamento dinamico, que envolve o transporte de petróleo bruto de FPSOs para refinarias de petróleo em terra; em 2016, fizemos nossa primeira incursão no negócio de suporte submarino, que inclui instalação, manutenção, reparo e descomissionamento de equipamentos submarinos; em 2017, entramos no negócio de energia renovável através da participação em empresa que opera embarcações de instalação de turbinas offshore; e em 2020, assinamos contrato de afretamento para embarcações de operação de serviços (SOVs) em parques eólicos offshore.

A MOL também é a primeira empresa de navegação asiática a receber um FSRU, “FSRU Challenger” o maior do mundo com 263,000 cbm de capacidade de armazenagem.Em 2019, com base em nossa experiência acumulada e histórico em operação de transportadora de GNL e FSRU, a MOL e a Karpowership da Turquia iniciaram conjuntamente um negócio de powership de GNL combinando um FSRU e um Powership.

Em 2021, a MOL entrou no negócio de transporte de dióxido de carbono liquefeito (CO2) por via marítima. Os navios de LCO2 desempenharão um papel importante na cadeia de valor CCUS (Carbon dioxide, Capture, Utilization and Storage), que está atraindo a atenção como um meio de realizar uma sociedade de baixo carbono e descarbonizada, conectando eficientemente a captura e a LCO2 às áreas de armazenamento.

Operações

FPSO - Cidade de Caraguatatuba MV27 (Cortesia da foto: MODEC, Inc.)

FPSO

Unidades flutuantes de produção, armazenamento e descarga (FPSO).

A MOL entrou no negócio de FPSO em 2010 e participa de nove projetos na costa do Brasil, além de outros em Gana e no México.

Apoio Offshore

Atuamos na área desde 2016, realizando a instalação, manutenção, reparo e descomissionamento de equipamentos submarinos. A joint venture com a norueguesa AKOFS, que opera três embarcações de suporte submarino (Skandi Santos, Aker Wayfarer e AKOFS Seafarer), nos fortaleceu ainda mais na operação e gerenciamento de tais embarcações.

FSRU

Unidades flutuantes de armazenamento e regaseificação (FSRU).

A MOL acumula experiencias e realizações na operação de navios transportadores de GNL, operando cerca de 100 navios, e em FSRUs, que atendem às diversas necessidades dos clientes para o suprimento de GNL.

LNG Carrier

A MOL entrou no segmento de transporte de gás natural liquefeito (GNL) em 1983, acumulando vasta experiência nesse proeminente setor. Ocupa atualmente posição pioneira na posse, gerência e operação de LNG Carriers. Em 2016 começamos a operar o primeiro grande transportador de etano do mundo, através de parceria estratégica com a Reliance Industries Limited, na Índia.

Atuamos globalmente com pessoal altamente qualificado e tecnologias avançadas para assegurar uma operação segura. Operamos através de 6 empresas espalhadas pelos continentes europeu, africano e asiático.

LNG Bunkering

Realiza o abastecimento de navios com GNL, consolidando a cadeia de abastecimento do setor e assegurando a operação ininterrupta das embarcações, mesmo em localidades longínquas.

Tanker

A frota da MOL inclui transportadores de petróleo bruto (VLCCs) de mais de 200.000 dwt e embarcações menores como Aframax, contribuindo para a entrega estável de petróleo bruto em todo o mundo. A frota também possui vários tipos de embarcações que atendem a características específicas de carga: navios-tanque de produtos que transportam produtos refinados, como diesel, nafta e gasolina, navios-tanque químicos que transportam produtos químicos líquidos e transportadores de metanol.

Wind Power Energy Business

Oferecemos uma gama de serviços nas cadeias de valor da energia eólica offshore, um campo emergente de energia renovável.

Serviços de consultoria marítima pré-construção para sistemas de geração de energia eólica offshore; Instalação de Sistemas de Geração de Energia Eólica Offshore (investimento da MOL no Grupo Seajacks International Limited (Seajacks), um operador de embarcações de Plataforma Auto-Elevada (SEP) em 2017); Pioneira no negócio de Service Operation Vessel (SOV) na Ásia através de uma empresa conjunta estabelecida com a Ta Tong Marine em 2020 (apoiando as operações e serviços de manutenção dos Parques Eólicos Offshore); treinamento para técnicos de O&M para sistemas de geração de energia eólica; Desenvolvimento de O&M e Terminal Ports; dentre outros.

Offshore Wind Energy: MOL lançou o “Wind Challenger Project” em 2018. Desenvolvemos um sistema de vela rígida que converte energia eólica em força propulsora com uma vela rígida telescópica como a tecnologia fundamental do projeto.

Em 2020, assinamos um contrato de transporte usando o primeiro transportador de carvão do mundo equipado com sistema de propulsão de energia eólica de vela rígida.

Além disso, em 2020, iniciamos o Projeto Wind Hunter, o projeto final de condução de emissão zero, que combina tecnologia de navegação de propulsão eólica e energia eólica convertida em eletricidade para gerar um suprimento estável de hidrogênio.