Cotação válida para 17/06/2024
USD = R$ 5,6300

Nossa história

Há mais de 130 anos, somos movidos pelo desafio de melhorar a vida das pessoas

1878
O navio a vapor Hideyoshi Maru começa o transporte oceânico de carvão de Miike de Kuchinotsu (Japão) até Shanghai.
1884
Fundação da Osaka Shosen Kaisha
(OSK Line, um dos antecessores corporativos da MOL).
1908
Os primeiros imigrantes japoneses

Mais de 180 mil imigrantes japoneses fizeram a maior travessia de suas vidas a bordo de algum navio da MOL. A primeira, muito lembrada, levou 52 dias.

A chegada do Kasato Maru, em Santos, no dia 18 de junho de 1908, é o marco inicial de uma jornada e de um laço de fraternidade. Foi quando os 781 corajosos navegantes que, quase dois meses atrás, haviam deixado Kobe, chegaram ao Brasil para trabalhar na agricultura. Sobretudo, nas lavouras paulistas de largos cafezais. Estranhos ao idioma, aos costumes e ao clima, trouxeram consigo a esperança e os sonhos de prosperidade. Estavam certos de que, aqui, havia uma “árvore que dava ouro”.

Em 1920, a MOL instalou seu escritório em Santos. Mais tarde, em 1935, em São Paulo; e em 1941, no Rio de Janeiro.

Quando foi criada a primeira rota regular para a América do Sul, a MOL realizou sete viagens — com três embarcações — para transportar imigrantes japoneses em um mesmo ano. Pouco antes da Segunda Guerra Mundial, foram realizadas 24 viagens. Em 1952, o navio Santos Maru é inaugurado e segue trazendo imigrantes japoneses para o Brasil.

As relações do Brasil com a Mitsui O.S.K.Lines começaram com o navio Kasato Maru, o navio da esperança. Foi ele que trouxe a primeira leva de imigrantes japoneses ao Brasil. No início do século 20, de tantas transformações, apostamos, junto aos então emigrantes japoneses, no futuro e na construção de um novo destino, de um novo país feito de irmãos. A MOL fez parte das celebrações especiais dos 125 anos de imigração japonesa no Brasil.*

* Imagens acima tiradas no Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil
1930
Ano de construção do cargueiro Kinai Maru, que inaugurou a era dos navios a diesel de alta velocidade e cobriu a rota Yokohama-Nova York em 25 dias e 17,5 horas, bem abaixo da média da indústria de 35 dias.
1939
A primeira geração do Brasil Maru é construída. Rápido e luxuoso para a época, o transatlântico de carga e passageiros serviu à rota Japão-América do Sul, chegando ao Brasil. Levas e levas de imigrantes entraram no país por ela.
1961
O Kinkasan Maru, navio de carga geral movido a diesel, foi a primeira embarcação do mundo equipada com um motor automatizado, uma revolução para os transportes marítimos.
1965
O Oppama Maru, primeiro navio japonês especializado no transporte de carros, entra em serviço.
1983
O primeiro navio Japonês especializado no transporte de metanol, o Kosan Maru, entra em serviço.
1990
O primeiro navio de cruzeiro completo do Japão, o Fuji Maru, entra em serviço, inaugurando a era dos cruzeiros de lazer no Japão.
1993
Escola de treinamento de tripulantes estabelecida em Manila (Filipinas).
1995
Uma conexão internacional estratégica chamada The Global Alliance (TGA) lança o serviço de transporte de contêineres.
1999
MOL e Navix Line se fundem, criando a nova Mitsui O.S.K. Lines, Ltd.
2007
A Brasil Maru, uma das maiores embarcações transportadoras de minério de ferro do mundo na época, passa a operar.
2010
Inaugura-se o novo Centro de Pesquisa Tecnológica MOL.
2017
Um dos maiores navios porta-contêineres do mundo, o MOL Triumph, é entregue. É também lançado o maior FSRU do mundo, o MOL FSRU Challenger.
2018
Empresas do Grupo MOL ganham 2 importantes prêmios: “Navio do Ano” (Beluga Ice) e “Prêmio Setor de Navios de Passageiros De Grande Porte” (Girassol Satsuma e Girassol Kirishima Garner).

2018 marca também o início da operação da Joint Venture ONE (Ocean Network Express), especializada no transporte de containers.
2021
Lançamento, em junho de 2021, do MOL Group Environmental Vision 2.1, um guia com metas de médio a longo prazo para atingir emissões líquidas zero de GEE até 2050. Saiba mais
2022
A MOL lança um estudo conjunto sobre combustível de navio com o Instituto Nacional de Estudos Ambientais (NIES) do Japão para redução dos impactos ambientais e aprimoramento do desenvolvimento de biocombustível.

Nosso amanhã

Estabelecemos três metas de médio e longo prazo com o objetivo de alcançar
emissões líquidas zero até 2050
Seguiremos abastecendo o mundo com
energia, suplementos e recursos
Com base na abordagem “Estratégia Ambiental x Estratégia Regional”, alcançaremos mais
diferenciação e crescimento
Ambicionamos prestar
serviços de transporte com baixo impacto ambiental,
nos concentrar em energias renováveis e em novas áreas de negócios, como parques eólicos offshore.